segunda-feira, 25 de junho de 2012

Uma saudade boa...

Já por várias vezes me fizeram a mesma pergunta e eu respondo sempre da mesma maneira: Dói muito... mas depois passa. Porém, a saudade fica para sempre. E todos os dias me lembro de ti, das nossas discussões sobre política, das histórias de como a família sofreu com a PIDE, de como me fulminavas com o teu olhar quando eu dizia uma asneira ou como os teus olhos brilhavam quando estavas feliz e ficavam num verde tão claro... E ainda dizem que tenho uns olhos bonitos mas isso é porque nunca viram os teus... A verdade é que realmente tenho saudades de ti e cada vez me apercebo mais de como estou a ficar igual a ti, como reajo quando alguém me desilude ou como ajudo de quem gosto, no andar, as mãos sempre nos bolsos, de chorar quando me rio... em tantas coisas. Hoje era um dia que terias orgulho de mim e em como estou a ultrapassar as barreiras, na minha perseverança, no querer fazer melhor e não desistir.


E este post também é para ti e por tudo o que estás a passar neste momento... sei como é difícil acompanhar uma doença em que a pessoa que mais amamos morre um pouco todos os dias, em como nunca sabemos quando será o último dia, em que cada gemido de dor é um susto e um acelerar no nosso coração... e o que te posso dizer é o mesmo que te disse várias vezes. Vai custar e doer imenso, por mais que esperamos o momento nunca estamos preparados... mas depois tudo passa e há um certo alivio pelo acabar do sofrimento e pela paz que finalmente essa pessoa encontrou.

Sê forte porque um dia a paz vai chegar e a saudade (boa) para sempre irá ficar...


Sem comentários: